Baixa complexidade

Coito programado/Relação sexual programada

É um tratamento de baixa complexidade que consiste em induzir ou não a ovulação na paciente através de medicamentos. O crescimento dos óvulos é acompanhado por ultrassonografia seriada transvaginal até que os folículos atinjam o tamanho ideal. Neste momento, a paciente recebe a injeção de um medicamento (HCG), ou não, para que a ovulação seja desencadeada dentro de 24 a 36 horas, período durante o qual o casal deverá ter relações sexuais.

Inseminação artificial intra-uterina (IIU)

Um procedimento indolor e de rápida aplicação, realizado no próprio consultório, sem a necessidade de anestesia. Consiste em induzir a ovulação, ou não, com medicamentos e monitorar o período fértil através de ultrassonografia.

Em seguida, o esperma é introduzido no útero, perto dos orifícios internos das trompas, através de um delicado cateter que transpassa a vagina e o canal cervical.

Após a inseminação, a paciente fica em repouso no consultório por alguns minutos. Logo depois, ela poderá retomar suas atividades cotidianas normalmente.

É indicado principalmente nos seguintes casos:

– Fatores cervicais com hostilidade de muco aos espermatozoides.

– Quando o volume ou a concentração de espermatozoides não são suficientes.

– Quando a mobilidade dos espermatozoides decresce.

Fale conosco!














SimNÃO